Acne Vulgar o que é ?

O que é a acne vulgar?


A acne é uma doença cutânea crônica do folículo pilosebáceo(formado pelo folículo piloso -a área da pele onde se forma o cabelo – e glândulas sebáceas -as glândulas que envolvem o folículo piloso e producensecreción gordura-), de causas múltiplas e caráter autolimitado (que tarde otemprano se resolverá por si só). Afeta principalmente as áreas de lapiel com maior densidade de glândulas sebáceas, como a face, o peito e parte superior das costas.


A acne vulgar afeta fundamentalmentea as áreas cutâneas com maior densidade de folículos pilosebáceos, ou seja, lacara (99%), costas (60%) e peito (15%).


A incidência de acne é muito variável e pode afetar, em maior omenor grau, até a 80% da população. Aparece principalmente na lapubertad e laadolescencia, para involucionarespontáneamente em torno dos 20 anos de idade, embora algumas personaspueden apresentar acne até os 40 anos.


O que causa a acne vulgar?


Em linhas gerais, as alterações básicas que originam laslesiones de acne são:



  • Obstrução do canal pilosebáceo (canal pelo qual flui a lasuperficie da pele, do folículo piloso junto com as glândulas sebáceas)

  • Alteração da produção de sebo

  • Alteração das bactérias do folículo pilosebáceo

  • Inflamação

Todas estas alteracionesbásicas vão estar regulamentadas, direta ou indiretamente, pelos níveis de lashormonas sexuais masculinos (andrógenos) e pela maior ou menor resposta das glândulas sebáceas de cada pessoa para a estimulação de dichashormonas.


Interesse


Sugerimos a leitura de alguns artículosrelacionados:


Os andrógenos aumentam durante a puberdade (seproducen em lostestículos, as glándulassuprarrenales e, em menor medida, nos ovários), tanto em meninos como em laschicas, o que estimula as glândulas sebáceas para a produção de mássebo. Junto à maior produção de sebo também ocorre um estrechamientodel canal pilosebáceo, o que impede que o profissional saia para o exterior.


Existe unabacteria muito comum na pele chamada”bactéria (propionibacterium acnes)” produtos cujos resíduos irritam a glándulasebácea, fazendo com que se acenda. O aumento de gordura causa da proliferação delnúmero de bactérias no folículo, com o consequente aumento de dor das glândulas sebáceas.


Quais são os sintomas?


A acne vulgar é uma doença que associa diferentes tipos delesiones. Como já mencionamos, afeta principalmente as áreas cutâneas conmayor densidade de folículos pilosebáceos, ou seja, a cara (99%), costas(60%) e peito (15%).


Podemos observar lesões distintassegún o grau de comprometimento. Podem ser classificados em não-infecciosas,inflamatórias e residuais.


Lesões não inflamatórias


São os comedonesabiertos (espinhas ou cravos pretos) e os comedões fechados (puntosblancos).


Lesões inflamatórias


Normalmente decorrentes das não-inflamatórias. Podem sersuperficiales ou profundas, conforme o grau de inflamação.



  • As águas superficiais são as pápulas e laspústulas. As pápulas são sobreelevadas, vermelhas e pouco dolorosas a lapalpación, e em sua evolução desenvolvem no centro um ponto com pus,tornando-se manchas que são drenados em poucos dias, para desaparecerposteriormente.

  • As profundas são as manchas e losnódulos. Geralmente são lesões muito dolorosas e de cura mais lenta,geralmente várias semanas. Os nódulos podem formar pela confluência quistesy focos de pus.

Lesões residuais


Uma vez resolvidas, laslesiones inflamatórias vão deixar como sequela manchas vermelhas que podem durarvarios meses e cicatrizes deprimidas. No peito e nas costas puedendesarrollarse grandes cicatrizes.


Qual é otratamento?


Acne não se cura completamente, mas se puedecontrolar. Por outro lado, a melhoria não é instantâneo ou permanente: lapiel deve continuar a cuidar-se para evitar recaídas. O tratamento geralmente serprolongado e requer constância no cumprimento.


Eldermatólogo é quem deve indicar o tratamento mais adequado para cadapersona e cada tipo de acne. Não devem ser adoptadas tratamentos por iniciativapropia ou porque “a um amigo lhe correu bem”. Um produto adequado para unapersona pode não o ser para outra.


Além de lasrecomendaciones anteriormente expostas existem vários tratamentos para elacné de acordo com suas características clínicas e sua intensidade. Na maioria loscasos deveremos utilizar vários medicamentos simultaneamente e é habitual atingidas vão mudando alguns deles de acordo com a evolução da acne.


O tratamento pode ser dividido em vários tipos (tópica, oral,cirúrgico e das sequelas) que podem ser utilizados simultaneamente.


Tratamentos tópicos (aplicados directamente sobre a pele)


Todos os pacientes com acnérequieren em maior ou menor medida, medicação tópica. A maioria estosproductos devem aplicar-se não apenas sobre as lesões, mas em todas as zonasde a pele susceptíveis de apresentar lesões de acne, já que estostratamientos são utilizados não só para resolver lesões preexistentes, sinotambién para evitar o aparecimento de lesões novas.


Lostratamientos tópicos atuam sobre os diversos fatores que produzem a acne:controlam a produção de sebo, diminuem a inflamação e eliminanbacterias. Não existe um produto que age simultaneamente sobre todos estosfactores por isso o mais indicado é a combinação de vários cadapersona com maior ou menor intensidade de acordo com as características delacné.


Muitos destes produtos podem producirirritación e descamação da pele, que tendem a diminuir com o tempo deaplicación, mas que por vezes obrigam a substituir a medicação porirritación intensa ou intolerância. Se dispõe de uma grande quantidade desustancias tais como peróxido de dibenzoílo, derivados de lavitamina A (tretinoína, isotretinoína,adapaleno), ácido azelaico, alfahidroxiácidos (ácido glicólico), antibióticos(eritromicina, clindamicina), dinucleótido de nicotinamida, etc.


Tratamentos orais


São utilizados principalmente nas formas inflamatórias intensas ycuando não ocorre uma resposta adequada aos tratamentos tópicos. Existeun amplo arsenal de medicamentos úteis que são utilizados de acordo com o tipopredominante de lesões que encontramos, de acordo com sua intensidade e sempre segúnla causa da acne a tratar.


Os medicamentos másutilizados são os antibióticos orais (eritromicina, tetraciclinas e derivadoscomo a doxiciclina e a minociclina), tratamento hormonal (estrogênio,antiandrógenos, glicocorticóides), retinóides (isotretinoína),anti-inflamatórios não esteróides (ibuprofeno) e ansiolíticos.


Alguma pessoas optam por tratamentos naturais como o Clean Caps porém em casos mais graves não surge efeito!


Para utilizar estes medicamentos é necessário estar bem informadosobre os possíveis efeitos colaterais e consultar com eldermatólogo.


Tratamentos cirúrgicos


Existem múltiplestratamientos de tipo físico para melhorar as lesões ativas de acne, aunquela maioria destes procedimentos vão destinados ao tratamento de lascicatrices e as manchas residuais. Consiste na extração de comedões,drenagem e remoção cirúrgica das lesões quísticas, inyecciónintralesional de corticosteróides e crioterapia (terapia com frio).


Tratamento de lassecuelas


Existem diversos procedimentos utilizados para el tratamento de cicatrizes e as pigmentações residuais delacné.


Também são utilizados os peelings (remoção das camadas superficiais da pele) químicos, laser e outros métodos, hoje másen desuso.